Cosette Castro

Depois de dois AVCs transitórios e uma vida de workaholic, eu queria e precisava mudar. Já tinha reduzido a carga de trabalho, estava pintando aquarela, cantando em coral e havia voltado à terapia. Mas ainda faltava algo, mais além das pequenas parcelas de verdade que eu liberava na terapia. Uma amiga me indicou o Processo, uma terapia de grupo intensiva de 14 semanas. Decidi entrar de cabeça quando ela me disse que sua vida poderia ser dividida em antes e depois do Processo. Isso era muito forte e deveria ser especial. E foi. Durante 3 meses e meio intensos vieram à tona questões escondidas no mais fundo do meu eu. Hoje me sinto em paz. Responsabilizar-me sobre mim mesma, sem jogar a culpa nos outros é realmente transformador. Mas não é fácil. Nessa jornada intensa e cheia de energia contei com a ajuda dos (novos) amigos que também fizeram o Processo e com o Fausto e a Joana, terapeutas que, firme e amorosamente, colaboraram para que eu aprendesse a observar, vivenciar e compreender a mim mesma e aos outros, reconhecendo sentimentos e emoções. Como o nome diz, é um Processo e segue pela vida a fora.

Contato cosettecastro2012@gmail.com